Voltar para Edições

Edição 138

Última Edição Imagem da edição
Valor: R$12,00
Versão Digital Assine a versão digital

DEIXA EU TE CONTAR

 

Não sei ao certo quando isso começou, mas acho que foi em uma manhã muito chuvosa, quando eu tinha uns quatro ou cinco anos de idade. Nasceu do improvável, sem nenhuma explicação minimamente lógica. Talvez por uma rebeldia nata ou pela também necessidade absoluta de superar medos. Sei lá. Fato é que esse afeto foi crescendo timidamente, embora ninguém apostasse que teria algum futuro.

 

Ao entrar na vida adulta precisei encara-lo de frente. E é claro que causou mais estranheza que aplausos. Mas alguém ficou muito orgulhoso, embora um pouco desconfiado, ao ver seu afeto mais bonito, que parecia ter morrido na geração anterior à minha, ressurgir de uma forma inesperada, como um legado, daqueles que a gente conta cheio de orgulho.

 

Impossível contar uma história em dois parágrafos, mas esse é o menor resumo que consigo fazer da minha trajetória profissional. Sou neta do Sr. Ivo Pereira, conhecido produtor rural de Ouro Branco/MG. Meu avô foi minha grande inspiração e, sem dúvida, a mais pessoa mais feliz ao pegar em suas mãos meu diploma de Médica Veterinária. Partiu logo depois, mas continua sendo um grande exemplo de caráter, coragem e, pasmem, inovação para mim. Um antigo artigo de jornal, da década de 1950, mostra Sr. Ivo, orgulhoso, desembarcando um lote de tourinhos Holandês vindos do Paraná, para cruzar com a vacada Gir, sua grande paixão. Acredito que não tenham vivido muito, mas marcaram a história da então cidadezinha aos pés da Serra de Ouro Branco.

 

Bom, acho que preciso parar, mas me sinto feliz por compartilhar com vocês, que me acompanham há tanto tempo, grande parte da minha história. E, ao mesmo tempo, prestar essa homenagem ao vovô Ivo.

 

Boa leitura! Bom setembro!

 

Flávia Fontes é editora da revista Leite Integral e, como seu avô, apaixonada por Gir Leiteiro