8 perguntas e respostas sobre o combate às pragas nas pastagens

Pastagens | 04 de Outubro de 2018 Voltar

Com informações da Embrapa

cigarrinhas_pastagens_embrapa.jpg (397 KB)
Cigarrinhas de pastagens | Foto: Embrapa

 

As pastagem devem ser muito bem tratadas, já que elas são super importantes dentro da cadeia produtiva da bovinocultura. E como identificar e fazer o manejo correto das pastagens?

Veja as orientações da pesquisadora Elisangela Fidelis, da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) de Roraima, para controlar, com sucesso, os insetos-praga que assolam os pastos:

#1 Quais as principais pragas de pastagens?

São as cigarrinhas, as lagartas e o percevejo das pastagens.

#2 Como identificar as pragas?

No caso das cigarrinhas, pela presença de espuma, parecendo uma baba, na base da planta rente ao solo. Os insetos adultos podem ser visualizados: eles têm menos de 1cm de comprimento, são de coloração preto a marrom, alguns com listras brancas e amarelas, e saltam nas plantas. Com uma rede entomológica é possível capturar os adultos. No caso das lagartas, identificação também é visual. O dano que ela cauxa leva a desfolha das plantas. O percevejo pode ser visto junto das bainhas das plantas. Eles têm menos de 0,5 cm, coloração preta com asas brancas. As ninfas são de cor laranja.

#3 Em que época do ano as pragas ocorrem mais?

O produtor tem que estar mais atento no inicio do período chuvoso, quando aumenta a umidade do ar e o pasto rebrota e se desenvolve. Mas existem insetos para todas as épocas do ano. Cigarrinhas aumentam na época chuvosa, percevejos, na época de seca.

#4 Quais os principais danos que eles causam?

Cigarrinhas e percevejos são sugadores. Causam amarelecimento e seca da planta, fica parecendo que está faltando água. Lagarta provoca desfolha. O mais crítico em relação aos danos é para plantio e replantio, porque pejudica as plantas mais jovens. As pastagens danificadas levam a redução da produtividasde do leite e da carne.

#5 O que o produtor deve fazer se nao conseguir identificar a praga?

A Embrapa recebe amostras e ajuda na identificação e na recomendação de manejo.

#6 Quais medidas o produtor deve adotar para reduzir as pragas na pastagem?

É recomendada a integração lavoura-pecuária ou lavoura-pecuária-floresta (ILPF), porque esse sistema quebra o ciclo da praga ao fazer rotação de cultivos. Por exemplo, se introduz soja, ela não é hospedeira dessas pragas citadas.

Outro manejo importante para redução das pragas é a recuperação das pastagens degradadas. Plantas debilitadas, com adubação baixa, são propícias para pragas. Deve ser feito o replantio dessas áreas, além de adubação e correção do solo, o que vai aumentar o vigor da planta e, com isso, reduzir a praga.

Outra medida de manejo é o uso de variedades tolerantes ou resistentes a essas pragas. Além disso, nunca se deve plantar o mesmo capim em todas as áreas, é preciso ter capins diferentes pra quebrar o ciclo das pragas.

#7 Capim alto favorece as pragas?

Sim. Cigarrinhas, por exemplo, são favorecidas pelo capim mto alto, porque gostam de sombra. Dependendo da variedade, tem que manter altura adequada, não muito baixa, mas também não muito alta.

#8 Existe algum produto para combater pragas?

No caso das cigarrinhas e lagartas, existem métodos de controle biológico, com produtos encontrados em casas de lavoura. Para as cigarrinhas, tem o fungo Metarhizium, geralmente vendido em forma de pó ou líquido. Para as lagartas existe um produto à base de uma bactéria que também pode ser usado para controle. Em último caso, existe o controle químico com inseticidas. O produtor deve procurar um engenheiro agrônomo para indicar o melhor produto e emitir receituário agronômico.