A escolha certa: Substituição de proteínas animais por vegetais representa um risco para a saúde óssea.

#bebamaisleite | 04 de Novembro de 2020 Voltar

Como o nosso querido Dr. Drauzio Varella sempre enfatiza, “o leite é a principal fonte natural de cálcio, pois é aquela que apresenta a maior biodisponibidade”. Ainda assim, defensores de dietas veganas, insistem em dizer que é possível substituir as proteínas animais por fontes vegetais, sem prejuízos para a saúde óssea.

Mas, agora, um trabalho novíssimo, de setembro de 2020, publicado no The Journal of Nutrition, um dos periódicos mundiais mais importantes na área de nutrição humana, jogou por terra a teoria vegana.

Os pesquisadores investigaram o quanto a substituição de proteínas animais, como os lácteos, por fontes vegetais, aumenta os marcadores de reabsorção óssea, indicando um claro risco para a saúde dos ossos.

A pesquisa concluiu ainda que esse efeito deletério se deve aos baixos níveis de cálcio e vitamina D das dietas a base de vegetais.

Fonte: The Journal of Nutrition, nxaa264, sept, 2020.

Quer estar sempre atualizado com trabalhos científicos e informações confiáveis acerca do consumo de leite e derivados? Siga o #bebamaisleite no Facebook e Instagram - perfil @bebamaisleite.

Autora: Flávia Fontes, Médica Veterinária, DSc. Ciência Animal

Idealizadora do Movimento #bebamaisleite