Este site utiliza cookies

Salvamos dados da sua visita para melhorar nossos serviços e personalizar sua experiência. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade, incluindo a política de cookie.

x
ExitBanner
Aconteceu

Vaca "Poesia" da raça Holandês quebra recorde mundial com incríveis 144,2 kg de leite produzidos em menos de 24 horas

Vaca da Fazenda Coqueiros (Alpinópolis/MG), quebra recorde mundial na Exposição Agropecuária de Passos/MG, destacando o potencial da raça Holandês e impulsionando discussões sobre otimização genética

Vaca "Poesia" da raça Holandês quebra recorde mundial com incríveis 144,2 kg de leite produzidos em menos de 24 horas

No cenário da Exposição Agropecuária de Passos/MG (Expass Agro) deste mês, um feito surpreendente foi alcançado em apenas três dias. A vaca da raça Holandês, batizada de Poesia, originária da propriedade dos produtores Everson e Ethel Kirchof (Castro/PR), agora sob os cuidados de Diego Vaz de Oliveira, da Fazenda Coqueiros (Alpinópolis/MG), escreveu seu nome na história ao estabelecer um novo recorde mundial de produção diária de leite, conquistando os holofotes do evento com o impressionante número de 144,2 kg de leite obtidos em menos de 24 horas.

O feito de Poesia foi resultado de trabalho árduo e dedicação incansável, superando outro animal da mesma região: a vaca da raça Holandês “Baleia”, originária de Carambeí/PR. Antes disso, Baleia já havia estabelecido o recorde de produção de leite com a marca de 132,2 kg, provenientes de três ordenhas. Esse avanço notável na produção leiteira ressalta a evolução contínua da raça e suscita diálogos essenciais sobre as metodologias empregadas para otimizar o potencial genético desses animais.

Para Timotheo Silveira, Superintendente Técnico da Associação Brasileira de Criadores de Bovinos da Raça Holandesa (ABCBRH), esse marco é uma prova incontestável do potencial das vacas, mesmo diante das discussões sobre o uso de substâncias e outros métodos para aumentar a produção. Ele enfatiza que a conquista de Poesia reflete um avanço genético significativo e ressalta a importância de competições que desafiem as vacas a explorar seu potencial máximo.

"Mostra todo o potencial genético, e se pensarmos em desenvolvimento da raça, quanto mais conseguirmos demonstrar e inclusive ter torneios, competições sem medicamentos, só nutrição, competições que também utilizem medicamentos e que as vacas possam ter uma evolução constante nisso e que possamos ter uma medição de quais são, lógico, mantendo o animal saudável, com longevidade, é sempre importante pra raça", descreve Timotheo.

A expectativa é que Poesia seja reconhecida e registrada no livro de recordes, deixando seu nome marcado na história da pecuária leiteira. O recorde anterior, ostentado por Marília FIV Teatro de Naylo, da raça Girolando, foi conquistado em 2019, com um total de 127,6 kg de leite obtidos em três ordenhas durante o 34° Torneio Leiteiro de Areias (SP), marcando presença no Guinness World Record.

O notável resultado alcançado não apenas reconhece a dedicação dos produtores e o avanço genético, mas também promove discussões cruciais sobre o equilíbrio entre a produtividade potencial e o bem-estar dos animais. A indústria agropecuária está em constante evolução, impulsionada por conquistas como essa, que inspiram a busca por métodos éticos e saudáveis para aprimorar a produção e manter o bem-estar dos animais. Esses aspectos desempenham um papel fundamental nessa atividade essencial para a sociedade.

Fonte: Emerson, Teixeira. Vaca Poesia, nascida em Castro, quebra recorde e desbanca Baleia na produção de leite. PáginaUm News, 11 de agosto de 2023. Disponível em: https://p1news.com.br/agronegocio/vaca-poesia-nascida-em-castro-quebra-recorde-e-desbanca-baleia-na-producao-de-leite/

Compartilhar:


Comentários

Enviar comentário


Artigos Relacionados