Este site utiliza cookies

Salvamos dados da sua visita para melhorar nossos serviços e personalizar sua experiência. Ao continuar, você concorda com nossa Política de Privacidade, incluindo a política de cookie.

x
ExitBanner
Nutrição

KESSENT™ M a nova metionina protegida da KEMIN

A produtividade das vacas leiteiras aumentou consideravelmente nas últimas décadas.

KESSENT™ M a nova metionina protegida da KEMIN

A produtividade das vacas leiteiras aumentou consideravelmente nas últimas décadas. Três áreas do sistema produtivo são as principais responsáveis por esse incremento: melhoramento genético, manejo/ambiência e nutrição. A nutrição de vacas leiteiras vêm evoluindo, ano após ano. Neste âmbito, a nutrição proteica avança continuamente, saltando das exigências de proteína bruta para os requerimentos de aminoácidos específicos. Como base nos alimentos comumente utilizados na formulação de dietas para vacas leiteiras no Brasil, os aminoácidos lisina e metionina se apresentam deficientes em muitas formulações. Dessa forma, a suplementação das dietas com esses aminoácidos é necessária para a máxima performance e eficiência produtiva das vacas.

Os aminoácidos protegidos da degradação ruminal permitem a nutrição de precisão em ruminantes. Entretanto, a eficácia depende da habilidade de proteção ruminal e a biodisponibilidade para absorção intestinal. A KEMIN®, mundialmente conhecida pelo amplo portfólio em produtos encapsulados para ruminantes, traz ao mercado brasileiro uma nova linha de aminoácidos, a linha KESSENT™. O KESSENT™ M, a nova metionina da KEMIN®, conta com a mais nova tecnologia de encapsulamento, com alta homogeneidade, estabilidade e eficácia.

Um estudo foi conduzido na Universidade de Delaware, nos Estados Unidos, para avaliar a efetividade do KESSENT™ M: doses crescentes foram fornecidas e foi avaliada a concentração desse aminoácido na circulação sanguíneas das vacas. Como evidenciado na Figura 1, a suplementação com KESSENT™ M resultou em aumento consistente na concentração plasmática de metionina. A medida que o KESSENT™ M foi incluído na dieta, mais metionina foi absorvida, o que foi revelado pelo aumento de sua concentração no plasma das vacas.

Os dados de absorção e proteção contra a degradação ruminal são extremamente importantes para auxiliar o nutricionista na formulação das dietas. Tão importante quanto esses, são os dados de performance animal.

Com o objetivo de avaliar as respostas produtivas, a KEMIN® realizou diversos estudos de campo, por meio dos quais avaliou produção de leite, consumo de alimentos e composição de gordura e proteína do leite. Nestes estudos, os efeitos das dietas balanceadas para metionina, com a suplementação do KESSENT™ M, foram comparados aos observados no grupo Controle, que recebeu a mesma dieta, mas sem a suplementação.

Para compor esses estudos, foram utilizadas mais de 3.000 vacas em lactação suplementadas com, em média, 17 g de KESSENT™ M por dia, o que foi suficiente para atingir os requerimentos de metionina (CNCPCv6.55). Um compilado desses estudos demonstrou que as vacas suplementadas com KESSENT™ M foram mais eficientes para produzir leite e os componentes do leite. A produção de leite corrigido para energia foi 2,4 kg superior à do grupo controle, apresentando mais gordura, proteína e caseína.

A KEMIN®, mais uma vez, sai na frente no mercado de nutrição animal, ampliando ainda mais o leque de opções, assegurando produtos tecnológicos e eficientes e ajudando as fazendas leiteiras a se manterem produtivas. A linha KESSENT™ M chega para somar no maior portfólio de aminoácidos do mercado e para garantir eficiência e seguranças aos produtores de leite.

LEANDRO GRECO

Gerente técnico de ruminantes

Compartilhar:


Comentários

Enviar comentário


Artigos Relacionados